blog
(00351) 210 929 030

O seu cérebro tem um botão que apaga o que não quer lembrar - saiba como usá-lo!

Certamente já lhe aconteceu, em algum momento da sua vida, ter uma espécie de "botão" onde pudesse carregar e, instantaneamente, apagar as memórias dolorosas e os acontecimentos que não quer lembrar. Saiba que isso é possível! Compreenda como pode fazê-lo.

O cérebro é um dos mistérios mais intrigantes do ser humano, e a Ciência debruça-se longamente sobre os estudos que nos permitam compreender melhor como ele funciona, a que estímulos reage, de que forma processa a informação...

As pesquisas efetuadas mostraram que quanto mais estimulamos um circuito neurológico no cérebro, mais forte ele se torna.

É por esse motivo que quanto mais praticamos alguma coisa que estamos a aprender, quer seja uma lingua estrangeira, cálculos matemáticos, conduzir, etc... melhores nos tornamos nessa prática - porque o circuito cerebral que diz respeito a essa atividade é treinado de forma consistente e, dessa forma, torna-se mais forte.

Há, no entanto, outra questão muito relevante, descoberta mais recentemente: para que possamos fazer uma aprendizagem, é fundamental ser capaz de esquecer outras coisas, quebrando as ligações neurológicas mais antigas - a isto se chama "poda neural" porque, da mesma forma como uma árvore precisa de ser podada para que novos ramos, mais saudáveis e fortes, possam nascer e desenvolver-se, é essencial libertá-la daqueles que  já não estão saudáveis.

Para que possa compreender melhor de que forma isto se processa, veja o seu cérebro como um jardim onde, em vez de flores e árvores de fruto, crescem ligações sinápticas entre neurões. É por estas ligações sinápticas que os neurotransmissores, como a Dopamina e a Serotonina, se deslocam. 

As chamadas "células gliais" assumem os cuidados de "jardineiro" do cérebro - elas aceleram os sinais entre determinados neurões, mas noutros casos "limpam o lixo" - estas são chamadas as células microgliais, que libertam o cérebro do que já não lhe faz falta. Os cientistas continuam a pesquisar de que forma estas células fazem a seleção da informação a apagar, mas já descobriram que as ligações sinápticas menos usadas são marcadas pela proteína C1q, entre outras, e que quando as células microgliais detetam a presença dessa proteína, ligam-se a ela, destruindo a ligação sináptica onde ela se encontra.

É desta forma que o nosso cérebro cria espaço para construir novas ligações, mais fortes, e é dessa forma que nos permite fazer novas aprendizagens.

Para que esta limpeza seja feita, É ESSENCIAL DORMIR BEM, porque é enquanto dorme que esta limpeza é feita. 

Já lhe aconteceu sentir "a cabeça cheia" ao fim de uma tarde de estudo ou de um dia intenso no trabalho? Na verdade, o seu cérebro está mesmo "cheio" de ligações sinápticas, que vai fazendo à medida que apreende novas informações. Depois, precisa de organizá-las em ligações mais fluidas e mais consistentes, "arrumando" a informação de uma forma organizada. É por isso que costumamos dizer que de manhã estamos "com a cabeça fresca": depois de uma noite bem dormida, o nosso cérebro arrumou bem as informações que tem para processar, e isso faz com que nos sintamos literalmente mais leves.

Quando dormimos, as células cerebrais reduzem-se até cerca de 60%, para criar espaço para que as células microgliais venham remover os excessos e limpar as sinapses. 

Da mesma maneira como uma noite bem dormida é essencial para que possamos aprender bem, também a chamada "sesta" é muito benéfica. Bastam 10 a 20 minutos de descanso para que seja feita limpeza cerebral.

Quando dormimos mal, no dia seguinte o nosso cérebro tem de fazer um esforço muito maior porque está cheio de "entulho", de informações que não foram limpas, organizadas ou removidas.

 

Então, como faço para esquecer algo que não quero lembrar?

O "truque" para esquecer algo é, por mais óbvio que isto seja, deixar de pensar nisso. Literalmente. Mesmo que lhe venha à cabeça, afaste essa ideia. Mais cedo ou mais tarde essa memória será apagada do seu cérebro, pela forma natural como o cérebro procede. 

São as ligações sinápticas (as conexões que os neurónios fazem no seu cérebro) que não são usadas aquelas que ficam marcadas para reciclagem.

As ligações sinápticas a que recorre constantemente são oxigenadas e hidratadas - aquilo em que pensa é aquilo que ganha força. 

E isto é muito simples de compreender: quanto mais pensa num determinado assunto, mais neurónios "chama" para se envolverem nesse assunto e, por isso, o seu pensamento torna-se forte no seu cérebro - e persistente. Se, pelo contrário, não pensar em algo, com o tempo os neurónios que construíram esse pensamento perdem importância, acabando por ser mesmo apagados. Lembra-se do que jantou há precisamente três semanas? Pois, a não ser que tenha sido uma ocasião especial, não deu importância a esse pensamento, e por isso ele acaba por se desvanecer e ser apagado pelos processos de limpeza do  cérebro. 

Lembre-se disto, e tome-o como um conselho precioso para a sua vida: não pode controlar aquilo que lhe acontece, mas pode controlar de que forma aquilo que lhe acontece o afecta, e em que medida. É você que constrói as ligações no seu cérebro, ao escolher aquilo em que pensa. Portanto... pense bem!

Veja também:

 

 

Preencha o formulário e receba a resposta ao seu dilema

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

* fonte: consciousreminder.com


< VOLTAR
PARTILHAR NA REDE:  

ORÁCULOS

Os Anjos respondem

Os Anjos respondem

O meu Tarot

Vídeos


Este novo amor, vai dar certo?

Novidades


Publicada a 14/07/2020

Horóscopo do Dia

Horóscopo do Dia

+ VER MAIS
Formulário fale comigo
CONSULTAS Marque aqui!

Escolha três cartas e
clique em cada uma delas.

Clique em cada carta para
conhecer o resultado.

Passado Presente Futuro

    Está a um passo de ter a sua resposta!

    Preencha o formulário

    Erro

      Autorizo que os meus dados sejam processados e utilizados para receber informações sobre os produtos, campanhas, promoções, novidades, ofertas e outros serviços.
    A confidencialidade e a integridade dos seus dados pessoais é uma das principais preocupações da Maria Helena Martins, pelo que nos regemos pelos mais elevados padrões de privacidade e de acordo com os seus direitos de proteção de dados, nomeadamente, os previstos no Regulamento Geral de Proteção de Dados.
    Precisamos do seu consentimento expresso para continuarmos a oferecer-lhe um serviço personalizado e de excelência.
    Caso pretenda, poderá consultar a nossa Política de Privacidade aqui.

    O PENSAMENTO POSITIVO PARA SI...

    Esta é a sua frase de incentivo,
    para lhe trazer a força e a coragem
    de que precisa neste momento!

    COMO ANDA DE AMORES? LANCE OS DADOS DO AMOR E CONHEÇA A SUA SORTE! CONCENTRE-SE NA SUA PERGUNTA. QUANDO ESTIVER PREPARADO...

    A SUA SORTE ESTÁ LANÇADA...