blog
(00351) 210 929 030

Depressão da Primavera: quando os dias luminosos ferem o coração

A primavera representa o desabrochar da natureza, com ela chegam os dias maiores e mais quentinhos, o que deixa a maioria das pessoas bem-dispostas e alegres. No entanto, para algumas pessoas a chegada deste tempo mais quente traz uma sensação de cansaço, desalento e perda de motivação, que as deixam sem ânimo para fazer as suas atividades quotidianas. Saiba que a "depressão da Primavera" pode ser causada pela chamada Desordem Afetiva Sazonal que, sendo normalmente diagnosticada no inverno, também pode despertar durante as estações mais quentes do ano. Saiba quais são os sintomas e proteja-se!

 

Conhecida internacionalmente por SAD (Seasonal Affective Disorder) este distúrbio é um tipo de depressão que ocorre em alturas particulares do ano. No caso da depressão de inverno, os episódios depressivos começam no outono e, na depressão da primavera, manifestam-se nos dias mais quentes da primavera e também do verão.

Estima-se que entre 60 a 90% dos casos de SAD sejam mulheres e é mais comum a partir dos 25 anos de idade. Os sintomas mais comuns deste tipo de depressão são alterações de humor, ansiedade, insónia e perda de apetite. Se já constatou que durante estes meses costuma sentir alguns dos sintomas mencionados de forma regular e consistente, procure de imediato ajuda de um médico, para que o problema não se agrave.

As causas da depressão sazonal

As causas da depressão ainda não são conhecidas, contudo os especialistas acreditam que estão relacionadas com os mecanismos de influência da luz sobre a melatonina (hormona) e a serotonina (neurotransmissor), que regulam os ciclos de vigília e sono, e também o humor.

Dizem os especialistas que a depressão sazonal está mais relacionada com processos biológicos do com processos psicológicos ou psiquiátricos. Um desequilíbrio químico no cérebro, que tanto pode ser hereditário como causado por situações da vida da pessoa que sofre desta depressão, pode ser o causador desta condição. Acredita-se que seja o aumento da luz e da temperatura durante a primavera e verão que desencadeiam os sintomas da depressão. No entanto, fatores psicológicos e sociais também podem estar na origem deste tipo de depressão.

As típicas alergias da primavera também podem ser responsáveis pela ocorrência de sintomas de depressão sazonal. A depressão pode agravar-se durante os períodos de pico dos polens nas pessoas com alergias. Sintomas como espirros consecutivos e constantes, nariz com corrimento ou entupido, olhos lacrimejantes, comichão na garganta e nos olhos – podem ser motivo suficiente para algumas pessoas ficarem deprimidas, principalmente quando existe propensão para a depressão sazonal.

Os sintomas ligados às alergias desencadeiam a libertação de citocinas que induzem a produção de anticorpos que neutralizam os elementos alergénicos (causadores das alergias). Elevados níveis de citocinas têm sido associados ao chamado “comportamento de doença”. Este padrão de comportamento caracteriza-se pelo aumento do sono, diminuição do apetite, diminuição do desejo sexual e da vontade de socializar. Tudo isto pode originar a depressão sazonal.

 

Aprender a reconhecer a depressão sazonal

Os números indicam que 10% dos casos de depressão sazonal ocorrem nas estações do calor. Se a depressão da primavera não for tratada, pode ter consequências graves, tal como acontece como a depressão propriamente dita, alertam os psicólogos. As pessoas que se sentem deprimidas nesta altura do ano, devem procurar ajuda especializada, pois a psicoterapia pode ser bastante útil para ajudar a lidar com alguns sentimentos e comportamentos.

Segundo os especialistas ”Para que a depressão sazonal seja diagnosticada é necessário que tenham ocorrido episódios depressivos no verão, nos últimos dois anos, sem ocorrência de episódios depressivos, não sazonais, durante o mesmo período. Para além disso, estes episódios têm que exceder em número quaisquer quadros depressivos não sazonais”.

7 passos para evitar a depressão da primavera/ verão

1. Faça uma atividade física. O exercício aumenta os níveis de endorfinas que potenciam a sensação de bem-estar.

2. Durma entre 7 a 8 horas por dia. É durante o sono que o cérebro processa emoções, deixando-a com melhor disposição.

3. Faça uma alimentação saudável, coma a horas certas e não salte refeições. Seja rigorosa na escolha dos alimentios.

4. Socialize e evite o isolamento. Procure ter tempo de qualidade para conviver com os seus amigos e familiares.

5. Nos tempos livres, pratique atividades que lhe proporcionem prazer e bem-estar.

6. Cuide da sua aparência física.

7. Planeie as férias atempadamente. Defina o que realmente quer fazer, com quem quer ir, quanto dinheiro pode gastar.

 

O stress das férias

Além do efeito do sol, há outros fatores perturbadores do humor que devem ser levados em consideração. É o caso da preocupação excessiva com a aparência física, sobretudo pelas mulheres. A insatisfação com o corpo e com a imagem pode levar algumas pessoas insatisfeitas a evitar algumas situações sociais, como idas à praia ou a festas, o que pode levar ao isolamento.

Saiba mais sobre este e outros assuntos na revista ESTRELA GUIA, à venda numa banca perto de si.

Preencha o formulário e receba a resposta ao seu dilema

 

 

< VOLTAR
PARTILHAR NA REDE:  

ORÁCULOS

Os Anjos respondem

Os Anjos respondem

O meu Tarot

Vídeos


Características de Carneiro

Novidades


Publicada a 07/07/2020

Horóscopo do Dia

Horóscopo do Dia

+ VER MAIS

Publicada a 06/07/2020

Horóscopo do Dia

Horóscopo do Dia

+ VER MAIS
Formulário fale comigo
CONSULTAS Marque aqui!

Escolha três cartas e
clique em cada uma delas.

Clique em cada carta para
conhecer o resultado.

Passado Presente Futuro

    Está a um passo de ter a sua resposta!

    Preencha o formulário

    Erro

      Autorizo que os meus dados sejam processados e utilizados para receber informações sobre os produtos, campanhas, promoções, novidades, ofertas e outros serviços.
    A confidencialidade e a integridade dos seus dados pessoais é uma das principais preocupações da Maria Helena Martins, pelo que nos regemos pelos mais elevados padrões de privacidade e de acordo com os seus direitos de proteção de dados, nomeadamente, os previstos no Regulamento Geral de Proteção de Dados.
    Precisamos do seu consentimento expresso para continuarmos a oferecer-lhe um serviço personalizado e de excelência.
    Caso pretenda, poderá consultar a nossa Política de Privacidade aqui.

    O PENSAMENTO POSITIVO PARA SI...

    Esta é a sua frase de incentivo,
    para lhe trazer a força e a coragem
    de que precisa neste momento!

    COMO ANDA DE AMORES? LANCE OS DADOS DO AMOR E CONHEÇA A SUA SORTE! CONCENTRE-SE NA SUA PERGUNTA. QUANDO ESTIVER PREPARADO...

    A SUA SORTE ESTÁ LANÇADA...