blog
(00351) 210 929 030

Como tornar o seu coração mais forte se está a sofrer?

Sentir-se de coração partido - por um desgosto profundo, uma separação, ou perante uma situação que provoca um sofrimento incomensurável - é uma das experiências mais intensas e devastadoras que o ser humano vive. Sentimos, literalmente, o coração a doer ou, pior ainda, sentimos que nos foi arrancado do peito. Perante esse vazio, o que pode ajudar-nos a restabelecer a força do nosso coração?

Nenhum ser humano, por mais frio que se tenha habituado a ser, está a salvo do sentimento de ter o coração partido. As perdas, as separações causadas pela morte ou por um divórcio, as injustiças e as situações que nos recordam quão pequenos somos provocam, em todas as pessoas, uma dor intensa, que se traduz muitas vezes pela sensação de que o coração nos foi arrancado do peito, deixando um imenso vazio.

Quando nos sentimos feridos, a nossa reação imediata e instintiva é protegermo-nos, razão pela qual normalmente nos refugiamos, isolando-nos. Quando sentimos que não conseguimos suportar o peso de tamanha dor, os nossos corpos e as nossas almas reagem de imediato, sentimos que não vamos conseguir aguentar e repetimos para nós mesmos que não queremos voltar a sofrer assim.

Quanto mais nos defendemos, mais reforçamos os nossos mecanismos de auto-defesa, desenvolvendo formas mais duras de proteger o nosso eu ferido. Algumas pessoas aprenderam, desde cedo, a tornar-se frias como forma de não voltarem a sofrer. Agem de forma automática, racional, não permitindo ao seu coração fazer escolhas, para não voltarem a sentir-se vulneráveis.

Ao agir desta forma, o vazio continua a existir dentro de nós, sendo ainda mais profundo, porque temos ainda mais paredes à nossa volta, enquanto dizemos para nós próprios que nada mais nos poderá derrubar, estando assim finalmente seguros.

Ao silenciar o coração, não lhe permitindo fazer escolhas e viver conforme o que sente, estamos a enfraquecê-lo, na verdade. Quando pensamos que estamos a salvo pois encontrámos maneira de não voltar a sofrer, estamos apenas a deixar o nosso coração ainda mais débil, porque se sente prisioneiro de uma mente que não lhe permite viver.

Há fundamentalmente duas formas de lidar com a dor - a primeira, tal como a descrevi, é fechar o coração para que ele não volte a sofrer - o que com o avançar do tempo e da idade só vai deixá-lo mais vazio e ferido.

A forma de tornar realmente o seu coração mais forte quando está a sofrer é abri-lo ainda mais - para que receba ainda mais amor. Experimente este exercício, mesmo que ao início lhe custe, porque o segredo é mesmo esse. Quando o coração continua aberto, a dada altura ele deixa de ser vulnerável, porque aprende que, apesar da dor, há sempre mais e mais amor a entrar. Mesmo perante uma perda irreparável, se formos capazes de contrariar o reflexo imediato que nos impele a fecharmo-nos e se continuarmos a manter o coração aberto, o amor que recebemos dos outros - e ele existe sempre, nós é que nem sempre somos capazes de o ver - acaba por operar sobre o nosso sofrimento de uma forma quase mágica, que pouco a pouco nos deixa mais fortes.

E um coração forte está melhor preparado para a vida, pois sabe lidar melhor com aquilo que o futuro lhe trouxer, sabendo sempre que há uma luz que nunca se apaga.

Veja também:

 

 

 

 

 

 

 

Preencha o formulário e receba a resposta ao seu dilema


< VOLTAR
PARTILHAR NA REDE:  

ORÁCULOS

Os Anjos respondem

Os Anjos respondem

O meu Tarot

Vídeos


Características de Carneiro

Novidades


Publicada a 07/07/2020

Horóscopo do Dia

Horóscopo do Dia

+ VER MAIS

Publicada a 06/07/2020

Horóscopo do Dia

Horóscopo do Dia

+ VER MAIS
Formulário fale comigo
CONSULTAS Marque aqui!

Escolha três cartas e
clique em cada uma delas.

Clique em cada carta para
conhecer o resultado.

Passado Presente Futuro

    Está a um passo de ter a sua resposta!

    Preencha o formulário

    Erro

      Autorizo que os meus dados sejam processados e utilizados para receber informações sobre os produtos, campanhas, promoções, novidades, ofertas e outros serviços.
    A confidencialidade e a integridade dos seus dados pessoais é uma das principais preocupações da Maria Helena Martins, pelo que nos regemos pelos mais elevados padrões de privacidade e de acordo com os seus direitos de proteção de dados, nomeadamente, os previstos no Regulamento Geral de Proteção de Dados.
    Precisamos do seu consentimento expresso para continuarmos a oferecer-lhe um serviço personalizado e de excelência.
    Caso pretenda, poderá consultar a nossa Política de Privacidade aqui.

    O PENSAMENTO POSITIVO PARA SI...

    Esta é a sua frase de incentivo,
    para lhe trazer a força e a coragem
    de que precisa neste momento!

    COMO ANDA DE AMORES? LANCE OS DADOS DO AMOR E CONHEÇA A SUA SORTE! CONCENTRE-SE NA SUA PERGUNTA. QUANDO ESTIVER PREPARADO...

    A SUA SORTE ESTÁ LANÇADA...