blog
(00351) 210 929 000

Como posso proteger-me de quem não gosta de mim?

Verdade seja dita: você não gosta de todas as pessoas que conhece. Mesmo que seja uma pessoa simpática e extrovertida, pode haver sempre uma ou outra pessoa que, sem saber bem porquê, não conquista a sua simpatia. Nem todas as pessoas que nos rodeiam são bem-intencionadas. Sabermos escolher as pessoas que convivem connosco é uma condição essencial para termos uma boa energia à nossa volta. 

Se gosta de todas as pessoas e sente que todas as pessoas gostam de si, parabéns! É uma alma mais evoluída, que se encontra já num estado evolutivo de maior harmonia com o Mundo e consigo próprio. Contudo, muitos de nós ainda não alcançaram esse patamar, e por essa razão acontece, ao longo da nossa existência, cruzarmo-nos com pessoas que parecem apostadas em fazer a nossa vida num inferno, muitas vezes sem que consigamos compreender porquê. Nem todas as pessoas são boas, e muitas vezes as atitudes dos outros para connosco (e as nossas para com eles) refletem os traumas e as memórias do passado que evocamos neles. Essas memórias evocam histórias que estão escondidas ao longo da vida, às vezes no início da idade adulta, quando enfrentamos as primeiras desilusões "a sério", às vezes na juventude, quando enfrentamos limites e decepções, às vezes na infância, quando o ambiente que nos rodeia não compreende a nossa essência e não satisfaz as nossas necessidades de amor, e às vezes noutras vidas.

Aqueles casais que, mesmo depois de um divórcio ou separação, continuam a alimentar um ódio mútuo um pelo outro, tão intenso que reflete um apego intrínseco, são um dos exemplos mais flagrantes, que pode apontar para um desamor nascido noutras vidas (veja mais aqui). Da mesma forma, também os pais e filhos que alimentam inimizades inexplicáveis, os irmãos que nunca se aceitaram.

Todas essas histórias que nos acompanham, nas quais existe uma ferida profunda que parece estar eternamente aberta, podem radicar em vidas passadas. Quando não somos capazes de perdoar algo que nos fizeram, o acontecimento que provocou essa mágoa pode ter surgido nesta vida como reflexo de algo que ficou por resolver numa vida passada. Um pai que abandonou o seu filho, por uma razão que este nunca foi capaz de aceitar nem perdoar, pode reencarnar nesta vida num papel diferente, como pai ou mãe do progenitor que o abandonou, e que hoje não consegue confiar nele. Pode ser, também, um parceiro amoroso, que suscita no primeiro sentimentos excessivos de medo da perda, necessidade de um controlo extremo, ciúme e possessividade levados ao exagero. "Se me abandonaste noutra vida, podes voltar a abandonar-me agora" - é a mensagem inconsciente, inscrita na nossa alma, que hoje nos impede de confiar naquela pessoa. Ser vítima de uma injustiça forte, sofrer uma humilhação, ser maltratado - todas essas situações geram um desequilíbrio que carregamos, num lugar escondido da nossa alma, e que continuam a afetar as ligações que estabelecemos no presente, seja com aquela pessoa, seja com outras. Do mesmo modo, existem pessoas com quem temos uma estranha necessidade de brigar, como se tudo o que aquela pessoa faz nos irritasse como se se tratasse de uma ofensa pessoal. A nossa alma sabe porque razão age dessa forma defensiva, mas nós não sabemos, e muito menos a outra pessoa o compreende. Assim, para resolver essas situações é essencial, em primeiro lugar, reconhecer a origem do problema, algo que se consegue através de uma consulta de regressão ou de cura kármica. 

Depois, é muito importante preencher o coração com a energia pura do amor, que traz consigo o perdão: a única forma de nos libertarmos. "Há coisas imperdoáveis", mas ainda assim temos sempre a possibilidade de escolher "deixar ir": afastar a nossa mente e desvincular efetivamente a nossa alma e o nosso coração daquela situação e daquela pessoa, para que ela não possa afetar-nos nunca mais. Os trabalhos de limpeza energética, a cura de karmas passados feitos com a ajuda da Chama Violeta, por exemplo, são ferramentas essenciais de cura. É fundamental voltar mentalmente ao passado, com a ajuda de um terapeuta especializado, para que, face à origem do problema, possamos cortar esse laço que se tornou num nó kármico, desapegando-nos dele, libertando a nossa alma dele. 

Também existem situações contrárias, casos em que fomos nós que maltratámos outros, que cometemos injustiças e atos de crueldade. Nesses casos é frequente que hoje essas pessoas nos evitem, que mantenham connosco uma atitude de desconfiança, que estejam sempre de pé atrás em relação a nós, ou que nós sintamos uma espécie de necessidade absurda de proteger, de perdoar, de aceitar atitudes inaceitáveis, como se "lhes devêssemos isso". 

Nos relacionamentos que vieram de outras vidas existe também muitas vezes um ódio que foi gerado por um amor não correspondido. Alguém que nutria um amor profundo por si, ao qual você não correspondeu, pode surgir na sua vida como alguém que, hoje, rejeita o seu amor. Uma traição ou um relacionamento violento impregnam uma relação entre duas pessoas num desequilíbrio que pode arrastar-se por vidas sucessivas, até que uma das pessoas quebre esse ciclo. Para o fazer é necessário um profundo trabalho interior de reconhecimento do problema, identificando através da regressão aquilo que despoletou essa situação de conflito, para poder perdoá-lo e libertar-se dele. Por outro lado, é essencial também curar o seu próprio coração e atrair o amor e a energia da cura para a sua vida. Quando desatamos um nó que nos traz mágoa e dor estamos a abrir o nosso coração para um futuro mais risonho e feliz, em que só o amor pode governar, atraindo coisas positivas para a nossa vida. 

Ao focarmos a nossa mente em pensamentos positivos atraímos naturalmente a proteção  de que precisamos e elevamos a nossa energia de tal maneira que a cura é puxada para a nossa vida. 

 

Mas nem só os relacionamentos amorosos ou familiares escondem nós kármicos que nos apertam o coração. Existem também estranhas situações em que pessoas com quem não temos uma intimidade assim tão grande parecem estar obcecadas com a nossa vida, como se cada passo que damos lhes fizesse sombra. 

- Tem alguma pessoa que parece estar sempre a par do que acontece na sua vida?

- Existe alguém que denigre a sua imagem perante os seus colegas ou amigos, sem haver um motivo aparente para o fazer?

- Alguma pessoa se apressa a espalhar aos sete ventos o mínimo erro que você comete?

Estas situações, e outras idênticas a elas, escondem muitas vezes também problemas que foram criados em encarnações anteriores. Naturalmente que são ação de pessoas mal intencionadas e que devemos manter-nos afastados delas, mostrando que nenhum poder têm sobre nós. Mas evite enviar ódio como resposta a atos de ódio, pois aí sim, ficará preso a essa pessoa numa cadeia permanente. 

Uma das formas mais eficazes de se proteger, além de afastar-se fisicamente de quem lhe faz mal, para que não tenha como interferir e prejudicar a sua vida, é usar o poder protetor dos banhos de limpeza e das benzeduras. 

Banho poderoso das 7 ervas de proteção - veja aqui como fazer

Benzedura para afastar a inveja e tirar o quebranto - veja aqui como fazer

A oração funciona também como um escudo muito poderoso para defender-se de energias negativas, ajudando-o a manter-se seguro numa frequência energética positiva. Algumas das orações de proteção mais eficazes são:

Oração para nos protegermos de quem nos quer mal

Oração poderosa à Cruz de Caravaca

Outro sinal que muitas vezes aponta para a existência de pessoas que, por algum motivo, têm uma situação mal resolvida connosco tem a ver com os chamados "ataques psíquicos", situações em que nos sentimos estranhamente mal sem compreendermos porquê, em que somos acometidos por súbitas dores de cabeça, tonturas, fraqueza nas pernas e nos braços, um sono inexplicável, quebras de energia.

Quando estiver nessa situação afaste-se e reze uma oração. Se não puder afastar-se, peça a Deus, seja qual for a ideia que Dele tiver, que venha em seu auxílio. Uma oração que pode rezar enquanto se encontra com alguém que pode ter sentimentos negativos em relação a si é a oração de proteção de São Miguel Arcanjo.

É muito importante procurar sempre elevar a nossa energia, pois quanto mais desanimamos mais baixa a nossa energia, que fica assim ao nível da energia da pessoa que nos prejudica. Ter pensamentos positivos cria uma barreira protetora.

Confie no poder transformador da Chama Violeta para transmutar as energias e sarar um desafeto do passado. Entregue as suas preocupações à Chama Violeta e veja-as serem dissipadas pelo fogo, transformando-se em energia de amor.

Quando é você quem se sente desconfiado em relação a alguém que nunca lhe fez mal, quando ao longo do tempo a vida lhe vai provando que nada tem a recear em relação a determinada pessoa e, mesmo assim, você não consegue ter uma atitude relaxada com ela, pode dar-se a situação contrária: ela está mais evoluída espiritualmente do que você, que por qualquer motivo não consegue perdoar uma ação remetida para um passado longínquo. Procure, mesmo assim, contrariar a sua mente e abrir o seu coração, forçando-se a reconhecer que hoje essa pessoa nada faz que seja digno da sua desconfiança. Muitas vezes a vida encarrega-se de retificar os karmas; se aquela pessoa lhe fez algo negativo noutra vida, hoje pode estar presente na sua existência para reparar esse dano e fazer algo positivo por si.

Abra o seu coração ao amor, a mais pura energia universal. Desate os nós que o aprisionam e baseie os seus laços no perdão.

Veja também:

A lei da atração

Preencha o formulário e receba a resposta ao seu dilema

* Todas as assistentes do Centro Maria Helena são formadas pela Dra. Maria Helena. 

 

< VOLTAR
PARTILHAR NA REDE:  

ORÁCULOS

Os Anjos respondem

Os Anjos respondem

O meu Tarot

Vídeos


Consulta tarot - Será melhor procurar outra casa

Novidades


Publicada a 22/03/2019

Horóscopo do Dia

Horóscopo do Dia

+ VER MAIS

Publicada a 14/07/2016

Maria Helena tem novo programa - PONTO DE EQUILÍBRIO na SIC INTERNACIONAL

Maria Helena apresenta na SIC Internacional o seu novo programa - PONTO DE EQUILÍBRIO

+ VER MAIS

Publicada a 16/09/2015

Maria Helena fala sobre a importância de viver no momento presente

Maria Helena é convidada especial do programa Não faz sentido, da SIC MULHER, onde explica porque é tão importante viver no momento presente e deixar para trás o passado.

+ VER MAIS
Formulário fale comigo
CONSULTAS Marque aqui!

Escolha três cartas e
clique em cada uma delas.

Clique em cada carta para
conhecer o resultado.

Passado Presente Futuro

    Está a um passo de ter a sua resposta!

    Preencha o formulário

    Erro

      Autorizo que os meus dados sejam processados e utilizados para receber informações sobre os produtos, campanhas, promoções, novidades, ofertas e outros serviços.
    A confidencialidade e a integridade dos seus dados pessoais é uma das principais preocupações da Maria Helena Martins, pelo que nos regemos pelos mais elevados padrões de privacidade e de acordo com os seus direitos de proteção de dados, nomeadamente, os previstos no Regulamento Geral de Proteção de Dados.
    Precisamos do seu consentimento expresso para continuarmos a oferecer-lhe um serviço personalizado e de excelência.
    Caso pretenda, poderá consultar a nossa Política de Privacidade aqui.

    O PENSAMENTO POSITIVO PARA SI...

    Esta é a sua frase de incentivo,
    para lhe trazer a força e a coragem
    de que precisa neste momento!

    COMO ANDA DE AMORES? LANCE OS DADOS DO AMOR E CONHEÇA A SUA SORTE! CONCENTRE-SE NA SUA PERGUNTA. QUANDO ESTIVER PREPARADO...

    A SUA SORTE ESTÁ LANÇADA...