blog
(00351) 210 929 030

O dia de Todos os Santos

O dia 1 de Novembro é consagrado, pela Igreja Católica, à memória dos que já partiram. Todos-os-Santos são todos os mártires e Santos, conhecidos ou não. No dia 2 de Novembro, honram-se os Fiéis Defuntos, a alma daqueles que, já não estando entre nós, estão sempre vivos nos nossos corações.

Foi no século II que os cristãos começaram a prestar louvor a todos os que morreram em nome da Fé, pedindo-lhes também que por eles velassem a partir do Céu. Quando, no século VIII, o Papa Gregório fixou a data no dia 1 de Novembro (data de uma importante celebração pagã, o Samhain, que representava o início do novo ano celta e honrava a alma dos que já haviam partido), e dedicou uma capela em Roma a Todos-os-Santos, esta festividade ganhou uma importância muito mais significativa. Assim, esta celebração difundiu-se das ilhas britânicas para todos os países onde a Igreja cristã tem influência, pois os monges irlandeses estavam espalhados por toda a Europa. 

O dia 2 de Novembro, conhecido como o Dia de Finados, foi fixado pelos monges de Cluny, em França, no século XI, de forma a tranquilizar o povo, que receava que as almas do purgatório, atormentadas, viessem intereferir com os vivos , pois  as origens pagãs desta festividade fizeram sempre crer que neste período as almas dos mortos estavam mais perto da Terra. Então passou a rezar-se pelos finados, havendo inclusivamente vigílias e missas pelas suas almas, para que estas tivessem paz, e mantivessem também em paz os vivos.

Em Portugal, faz parte da tradição popular as famílias dirigirem-se aos cemitérios nos dias que antecedem o dia de Todos-os-Santos e o dia de Finados, enfeitando as campas dos seus entes queridos e deixando ramos de flores frescas e velas nas campas, relembrando a sua partida e rezando para que a sua alma continue em paz.

Na manhã de dia 1 de Novembro, as crianças percorrem as ruas batendo de porta em porta e pedindo "o pão-por-Deus" ou "os Santinhos", sendo costume os moradores darem-lhes broas, rebuçados, chocolates ou moedinhas. Este costume já existia um pouco pela Europa durante a Idade Média, pedindo-se bolos pela alma dos que já partiram. Em Portugal, o dia 1 de Novembro de 1755 foi marcado pelo Grande Terramoto de Lisboa, que fez com que os residentes perdessem tudo. Os sobreviventes passaram a pedir pão nas cidades vizinhas, e daí se propagou a tradição de pedir "o pão-por-Deus", não só em Lisboa mas em todo o País.

Cantilena popular:

Bolinhos e bolinhós
Para mim e para vós,
Para dar aos finados
Que estão mortos e enterrados

À porta da vera cruz,
truz, truz

A senhora está lá dentro
Assentada num banquinho
Faz favor de vir cá fora
P'ra nos dar um tostãozinho, ou um bolinho!

 

Para além de tudo isto, o dia de Todos-os-Santos lembra que, aos olhos de Deus, todos podemos ser "santos", se fizermos o Bem e o defendermos, vivendo uma vida de amor e fraternidade.

Reze a minha oração a todos aqueles que já partiram:

                     Oração a Todos-os-Santos 

A vós, bem-aventurados Todos-os-Santos,
que estais no Céu
e sois fiéis amigos de Deus,
peço a vossa proteção
para ….. (dizer o que precisa)
Fazei com que eu saia vitorioso
desta batalha difícil
que tenho de enfrentar.
Dai-me a vossa paz,
a vossa força e a vossa justiça
para que eu seja firme na Fé e jamais esmoreça
perante qualquer tipo de desafios.

 

 

 

 

 

Outra oração a Todos-os-Santos

Oração pelos falecidos

Outros Santos e Orações

História do Halloween

 

Preencha o formulário e receba a resposta ao seu dilema

 

< BACK
SHARE THIS PAGE:  

ORACLES

The Angels respond

The Angels respond

My Tarot

What's New?


Speak with me form
READINGS Book here!

Choose three cards and
click on each.

Click on each card
to know the result.

Past Present Future

    You are one step away from having your answer!

    Fill the form

    Erro

      I hereby authorize that my data be processed and used to receive information about products, campaigns, promotions, news, offers and other services. The confidentiality and integrity of your personal data is a major concern of Maria Helena Martins, that we adhere to the highest privacy standards and in accordance with your data protection rights, namely those provided for in the General Data Protection Regulations.
    We need your express consent to continue to offer you a personalized service and excellence.
    If you wish, you can consult our Privacy Policy here.

    THE POSITIVE THINKING FOR YOU ...

    This is your encouraging phrase,
    to bring you the strength and the courage
    you need right now!

    HOW WALTER OF LOVES? THROW THE DICE OF LOVE AND KNOW YOUR LUCK! CONCENTRATE IN YOUR QUESTION. WHEN YOU ARE READY...

    YOUR LUCK IS LAUNCHED ...