blog
(00351) 210 929 030

A magia da Estrela Sirius e o novo Ano egípcio

Sabia que, para os Egípcios, o ano novo começou no dia 26 de Julho? Este povo seguia o calendário Maia, segundo o qual o ano se divide num período de 13 luas, as quais começam a ser contadas a partir do dia 26 de Julho*, tendo a duração de 364 dias e mais um dia chamado o "dia fora de tempo", um dia especial que é assinalado a 26 de Julho*. Saiba mais sobre o horóscopo egípcio e conheça o seu signo!

O ano novo Egípcio começou no dia 26 de Julho de 2017 e, este ano, é o ano Semente Cristal Amarela, que se prolongará até ao dia 24 de Julho de 2018. Começa nesta data porque segue o calendário Maia, que determina o início de um novo ano neste período porque coincide com a ascenção de Sirius, a estrela maior e mais brilhante, que nesse dia nasce minutos antes do nascer do Sol. Este evento cósmico representava a abundância e a luz na Terra, coincidindo com as cheias do Rio Nilo, fonte principal de onde derivava todo o sustento egípcio. Por ser um período de fertilidade e riqueza passou aa marcar o início de um ciclo - um novo ano.

A estrela Sirius (do grego, que significa "ardente, abrasador") é a mais brilhante que se vê a partir da Terra, sendo a principal estrela da constelação "Cão maior", a maior e mais próxima do nosso sistema solar. Os povos antigos acreditavam que Sirius era, assim, o ponto de ligação entre a Terra e o conhecimento cósmico superior existente noutras galáxias. Acredita-se que todos os anos, no período compreendido entre 26 de Julho e 12 de Agosto, tendo sempre o seu pico no dia 8 de Agosto, se abre um portal cósmico através do posicionamento de Sirius, do Sol e da Terra, permitindo-nos aceder a conhecimentos mais evoluídos e ascender espiritualmente, acelerando o nosso processo natual de evolução.

                                                          Veja mais sobre o Portal do Leão aqui

A estrela Sirius captou as atenções e o interesse dos primeiros povos, não só porque é a estrela mais brilhante do céu noturno na Terra como porque está isolada, não tendo estrelas de destaque ao seu lado. Sirius é vista a partir de quase todos os pontos do globo terrestre, até no início e no final do dia, e à noite. A Grande Pirâmide do Egipto está alinhada com a estrela Sirius, atribuindo-se uma grande importância ao fenómeno chamado nascimento helíaco de Sírius - o dia (26 de Julho) em que nasce antes do Sol. Sirius deixa de estar visível a partir da Terra durante 35 dias depois deste "encontro" com o Sol, e também não se consegue ver durante os 35 dias que o antecedem, porque o brilho do Sol a ofusca. Portanto, entre os dias 20 e Julho e 29 de Agosto não conseguimos ver Sirius nos céus.

Sabia que a palavra "canícula", que usamos em Agosto, se refere à Estrela Sirius, porque pertence à constelação do Cão Maior? Este termo é usado, precisamente, para definir os dias de calor abrasador.

Para além disso, o início  também se relaciona com uma profecia dos sacerdotes Maias.

Diz-se que o povo Maia, que viveu na América Central, é originário de outras galáxias, razão pela qual possuíam tantos conhecimentos e nos deixaram um tão vasto legado ao nível da sabedoria espiritual. Os Maias dividiam o ano num período de 13 ciclos lunares completos (isto é, quando a Lua atravessa as suas 4 fases), o que perfaz um total de 364 dias (13 x 28 dias), sobrando um. Esse dia, que acontece a 25 de Julho, era chamado o "dia fora de tempo", a véspera do novo ano, a que os Maias chamavam o dia do perdão universal, dedicado à meditação, à reflexão e ao desapego em relação a mágoas e a rancores do passado, visando procurar dentro de nós a nossa essência mais pura e mais profunda, estreitando a nossa relação com o plano Divino. 

Na primeira semana do Ano Novo Egípcio era reverenciada a deusa Ísis, esposa e irmã do Faraó, que é a principal deusa adorada pelos Egípcios e que está cosmicamente associada à Estrela Sirius. As festividades honravam a ligação com a Terra, a paz e a união entre todos e a valorização do tempo, precioso e permanentemente fugaz. Neste período parava-se o trabalho quotidiano e passava-se mais tempo em comunidade, reflexão e meditação. 

* Segundo outros estudiosos, o início do ano egípcio e o dia do nascimento helíaco de Sirius acontece no dia 16 de Julho.

                                 Conheça o seu signo no Horóscopo Egípcio - clique aqui

Veja também:

 

 

 

 

 

 


Preencha o formulário e receba a resposta ao seu dilema

 

< BACK
SHARE THIS PAGE:  

ORACLES

The Angels respond

The Angels respond

My Tarot

What's New?


Speak with me form
READINGS Book here!

Choose three cards and
click on each.

Click on each card
to know the result.

Past Present Future

    You are one step away from having your answer!

    Fill the form

    Erro

      I hereby authorize that my data be processed and used to receive information about products, campaigns, promotions, news, offers and other services. The confidentiality and integrity of your personal data is a major concern of Maria Helena Martins, that we adhere to the highest privacy standards and in accordance with your data protection rights, namely those provided for in the General Data Protection Regulations.
    We need your express consent to continue to offer you a personalized service and excellence.
    If you wish, you can consult our Privacy Policy here.

    THE POSITIVE THINKING FOR YOU ...

    This is your encouraging phrase,
    to bring you the strength and the courage
    you need right now!

    HOW WALTER OF LOVES? THROW THE DICE OF LOVE AND KNOW YOUR LUCK! CONCENTRATE IN YOUR QUESTION. WHEN YOU ARE READY...

    YOUR LUCK IS LAUNCHED ...