Saints and Prayers

A lenda das rosas e o simbolismo da rosa

Símbolo de beleza e de pureza, a rosa é uma das flores mais ricas em significados, sendo venerada por diferentes culturas. Na religião Católica, a rosa surge associada à Rainha Santa Isabel, que protagonizou um dos mais belos milagres da nossa História, e também a Santa Teresinha do Menino Jesus, representada sempre com rosas nos braços. Conheça a lenda das rosas e o seu simbolismo nas diversas culturas!

A lenda das rosas e da Rainha Santa Isabel

Reza a lenda que Isabel era filha do rei Pedro III de Aragão e que se casou com o rei de Portugal, dom Dinis.

Esta rainha era conhecida por ajudar os mais pobres, mas tinha de o fazer às escondidas do seu marido.

Então, num certo dia, Isabel saiu à rua com o regaço cheio de pão, que ia dar aos mais pobres.

Nisto, o marido encontrou-a e perguntou-lhe o que levava no regaço.

Ela, então, respondeu: São rosas, senhor, são rosas!

Isso fez confusão a D. Dinis, porque era Inverno, e não era tempo de haver rosas.

Então, deu-se o milagre! A Rainha abriu o seu regaço para mostrar o que levava escondido… e caíram do vestido dezenas de rosas perfumadas e belas!

O Rei, então, ficou convencido.

Anos mais tarde, quando D. Dinis morreu, a Rainha Isabel dedicou-se por completo às suas obras de caridade.

A Rainha Santa Isabel faleceu no dia 4 de Julho de 1336 e por isso esse dia passou a ser-lhe dedicado.

 

As rosas de Santa Teresinha

Santa Teresinha do Menino Jesus tem também uma forte associação a esta flor, sendo sempre representada com um crucifixo nos braços, sobre o qual está um ramo de rosas que se desfolham sobre o seu vestido.

Faleceu com apenas 24 anos de idade mas marcou profundamente a Igreja, na qual se assumiu como sendo "o amor":

"Compreendi que o Amor abrange todas as vocações, que o Amor é tudo, que abrange todos os tempos e todos os lugares. Numa palavra, que ele é Eterno! Então, na minha alegria delirante, exclamei: Ó Jesus, meu Amor. Enfim, encontrei minha vocação: é o Amor! Sim, achei meu lugar na Igreja, e esse lugar, meu Deus, fostes vós que o destes a mim. No Coração da Igreja, minha Mãe, serei o Amor. Serei tudo!”

Santa Teresinha consagrou a sua vida à fé e ao amor de Cristo, sendo a padroeira de todos os missionários e das missões. Ela ensinou que mesmo as coisas mais pequenas, mais singelas e mais simples contêm em si a perfeição. As rosas de Santa Teresinha são uma espécie de rosas em tudo iguais às outras, na sua perfeição e beleza, mas são pequeninas. 

 

Conta-se que, desde tenra idade, Santa Teresinha era uma grande apreciadora desta flor, e que gostava de lançar pétalas de rosa sobre o Ostensório com o Santíssimo Sacramento e espalhar as pétalas sobre o Crucifixo. Por esse motivo, Santa Teresinha é representada tendo nas mãos um crucifixo e um ramo de rosas. Por estar tão ligada a esta flor, os devotos de Santa Teresinha acreditam que, ao receberem uma rosa depois de terem feito a novena à Santa, isso é um sinal de que a sua prece será atendida. 

As rosas têm um profundo simbolismo na história de Santa Teresinha, pois diz-se que no dia 30 de Setembro de 1897, antes de falecer, ela terá feito uma promessa às suas Irmãs: "Farei cair uma chuva de rosas sobre o mundo!", o que significa que prestaria o seu auxílio sempre, por todo o Mundo, intercendendo junto a Deus por todos aqueles que a ela recorrem.

As rosas de Santa Teresinha simbolizam, assim, o auxílio que ela presta a todos os que lhe dirigem as suas preces. 

 

O simbolismo da rosa nas civilizações antigas

A Rosa é a rainha das flores, é a flor que possui maior simbolismo na cultura Ocidental.

Diz-se que as rosas vermelhas simbolizam o amor, as rosas amarelas amizade, as rosas brancas pureza… uma rosa diz tanto mesmo sem falar!

A Rosa é uma flor consagrada a muitas deusas da mitologia, sendo símbolo de Afrodite (deusa grega do amor, que era Vénus para os Romanos). O Cristianismo adotou a Rosa como o símbolo de Maria.

- De acordo com a lenda grega, Afrodite nasceu da espuma do mar, e essa espuma tomou a forma de uma rosa branca, que representa a pureza e a inocência.
- Conta a lenda que, quando Afrodite viu o seu amado Adónis ferido e à beira da morte, foi socorrê-lo e picou-se num espinho. O seu sangue pintou de vermelho as rosas, que lhe eram consagradas.

Assim, na Antiguidade as rosas passaram a ser colocadas sobre os túmulos, numa cerimónia chamada pelos antigos de “Rosália”.

- A Rosa vermelha significa o auge da paixão, o sangue e a carne.

Para os egípcios a Rosa é consagrada a Isís, que é retratada com uma coroa de rosas.

O centro da Rosa, fechado, fez com que a flor significasse em muitas culturas o símbolo do segredo. 

Um costume medieval era colocar uma Rosa no teto da sala de reuniões: onde houvesse a flor no teto, os assuntos deveriam ser mantidos em segredo. Desde então surgiu o costume de pintar rosas no teto das salas, que ainda hoje se vê na decoração de muitas casas. 

Segundo a tradição, cada cor da Rosa tem um significado, já na Alquimia representa o feminino e corresponde ao órgão sexual da mulher. A cruz, sendo o símbolo masculino, deu origem à palavra “Rosa-Cruz”, o primeiro símbolo da ordem RosaCruz. 

Simbolismo da beleza e da pureza, perfeição em todos os sentidos, na idade média a Rosa passou a ser símbolo da Virgem Maria por significar pureza. As rosáceas das catedrais góticas foram dedicadas a Maria como emblema do feminino em oposição à cruz. Os rosários originais eram feitos com pétalas de rosa.

A palavra “rosário” deriva do latim “rosarium” que significa roseiral. 

A Rosa tornou-se símbolo do amor e, por isso, muitas pessoas têm o hábito de oferecer essa flor a quem amam.

Reze também:

Preencha o formulário e receba a resposta ao seu dilema

Back
This site uses cookies to enhance your experience. By continuing to browse the site, you are agreeing to our use of cookies. You are using an outdated browser. Please upgrade your browser to improve your experience.